Antônio Carlos Miranda

1982 POSTS 0 COMENTÁRIOS

Sumido na pré-campanha, Julio Lossio já começa a despertar questionamentos

11
Foto/arquivo divulgação

De ex-prefeito de Petrolina a pré-candidato a governador de Pernambuco, Julio Lossio (Rede) começa a suscitar questionamentos. Enquanto os ‘medalhões’ já confirmados para a disputa majoritária de 2018 correm trecho, em especial pelo Sertão do Estado, Lossio está sumido. Se o ex-prefeito quer mesmo ser governador, a essa altura já deveria ter dado seu recado de forma mais contundente.

Tem gente acreditando até que essa discrição de Lossio faz parte de sua estratégia eleitoral. Se for isso, provavelmente Lossio não esteja assim tão focado em disputar o governo, mas olhando já adiante. Ou seja: o apoio que dará agora deve ter ‘efeito bumerangue’ para 2020. É aguardar.

Vereadora Cristina Costa e a indefinição do PT de Pernambuco na majoritária

1
Cristina Costa em encontro do PT no Recife/foto divulgação

Pré-candidata a deputada estadual nas eleições 2018, a vereadora de Petrolina Cristina Costa vive uma grande expectativa dentro do seu partido, o PT. Nos últimos quatro anos o discurso de Cristina em relação ao governador Paulo Câmara (PSB) foi sempre bastante mordaz, diante do desempenho do socialista no comando do Estado.

No entanto, se o PT fechar mesmo uma nova aliança com o PSB, a vereadora terá de cair em campo pedindo votos para Paulo, que busca a reeleição. Cristina ainda espera pelo anúncio de uma candidatura própria do partido, que seria encabeçada pela vereadora do Recife Marília Arraes.

Há quem diga que todo o discurso coerente que a petista vem mantendo nos seus dois mandatos na Casa Plínio Amorim poderá se esvair em sua campanha à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), caso tenha de subir no palanque do governador. Será?

Corpo de gestante de 15 anos morta no HDM/Imip poderá ser exumado, revela Ronaldo Cancão

0

Quase dois meses após a criação de uma Comissão Especial de Inquérito na Casa Plínio Amorim para apurar os óbitos de gestantes e bebês ocorridos nas dependências do Hospital Dom Malan (HDM), em Petrolina, os primeiros resultados começam a aparecer. Ao Blog o presidente da comissão, vereador Ronaldo Cancão (PTB), informou que até o momento oito pessoas já foram ouvidas – incluindo o delegado Daniel Moreira, o qual foi acionado para investigar os casos, além do representante do HDM e de alguns familiares que perderam seus parentes na unidade médica.

Uma dessas vítimas foi Gislaine Lopes, de 21 anos. A jovem, que veio de Remanso (norte da Bahia), deu entrada no HDM no dia 2 de outubro de 2017 para ter seu bebê, mas acabou morrendo oito dias depois por um quadro de infecção generalizada. Outro fato que comoveu a população foi a trágica morte da adolescente Miliam Carvalho da Silva, de 15 anos. Grávida de cinco meses, ela também teve um quadro grave de infecção, no início de maio deste ano, vindo a falecer. A família de Miliam acusou, na ocasião, o hospital de negligência médica.

A repercussão do caso ecoou na Casa Plínio Amorim. Pressionados pelo clamor popular, os vereadores se mobilizaram e solicitaram à Mesa Diretora a instalação da comissão especial suprapartidária. Além de Cancão, também fazem parte os vereadores Gilmar Santos (PT), Gabriel Menezes (PSL), Rodrigo Araújo (PSC), Paulo Valgueiro (MDB) e Ronaldo Silva (PSDB).

Cancão revelou que o levantamento feito pela comissão especial, com base nos inquéritos aos quais os vereadores tiveram acesso, aponta para “um conjunto de falhas e erros”, a ponto de a Polícia Civil (PC) tomar a frente da situação. Ele adiantou, inclusive, que o delegado Daniel Moreira já pediu a exumação do corpo de Miliam. Ele informou que o pedido está nas mãos da justiça. A comissão, segundo o presidente, irá fazer uma visita ao juiz responsável, até a próxima segunda-feira (16), solicitando celeridade nesse processo.

Ele frisou que Gislaine também poderá ser exumada, porque “há um conflito nos relatórios médicos” referentes à causa da morte da jovem, uma vez que ela seguiu rigorosamente todas as regras recomendadas a uma gestante. A afirmação foi reforçada por um dos integrantes da comissão, Rodrigo Araújo. “No prontuário tem um médico que cita que ela deveria ter feito uma cirurgia, mas não sei o motivo por que a cirurgia não foi feita, segundo a família, e daí ela partiu para uma infecção”, declarou.

Cremepe

Cancão disse ainda que a comissão convidará, na próxima segunda, um representante do Conselho Regional de Medicina (Cremepe). A intenção é ouvir a entidade sobre os inquéritos instaurados da PC. “O que chegou ao Cremepe? Qual foi o posicionamento tomado pelo Cremepe em relação a algum médico? Qual o tratamento relacionado entre o Cremepe e o HDM/Imip?”, indagou. O presidente ressaltou que os convidados podem se recusar a prestar esclarecimentos, o que ainda não aconteceu. Mas se ocorrer, ele frisou que encaminhará a questão aos Ministérios Públicos Estadual e Federal.

Mesmo vista inicialmente com descrença pela sociedade petrolinense, Cancão disse que a comissão está cumprindo seu papel. “O trabalho realizado ajudará o Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Civil (PC) a trazer fatos novos”, pontuou.

Otimismo

O número de mortes de gestantes e bebês no HDM, segundo o presidente, é elevado, mas as denúncias à polícia só foram feitas até agora por cinco famílias. Tia de Gislaine, Edilaine Barreto Lopes se mostra otimista quanto ao resultado da comissão, e pede aos parentes das vítimas para não se calarem. “Quem viveu ou está vivendo essa situação, é preciso denunciar. Os vereadores não podem fazer nada sozinhos. Não podemos ficar com medo, porque se a gente ficar com medo mais pessoas podem morrer”, completou. Sobre as declarações de Cancão, a reportagem entrará em contato com a assessoria do hospital.

Representante da AMMPLA diz que atual gestão quer desmistificar ‘indústria das multas’ e focar em educação no trânsito de Petrolina

10

Responsável pelo setor do trânsito em Petrolina, a Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA) quer afastar de vez a pecha de ‘indústria de multas’ e priorizar a conscientização dos condutores de veículos. Quem garante isso é o gerente de educação da AMMPLA, Jilmar Barros. A este Blog, ele afirmou que a proposta já faz parte da autarquia, mas o novo diretor-presidente, Edilson Leite (vereador licenciado), pretende intensificá-la em sua gestão à frente da Pasta. “Vamos deixar de lado um pouco algumas notificações e focar na reeducação das pessoas, para mudarmos o cenário de acidentes de trânsito em nossa cidade. Edilsão, juntamente com o prefeito Miguel Coelho, quer desmistificar isso”, argumentou.

Jilmar reforça, no entanto, a necessidade de uma notificação quando o caso requer. “As multas, óbvio, não deixarão de existir, mas nossa prioridade básica é levar educação”, assegurou.

Esse trabalho já começou semana passada com uma blitz educativa na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, um dos locais mapeados pela equipe da AMMPLA, mas deverá se estender também a outras grandes artérias de trânsito – a exemplo da Avenida da Integração – e bairros populosos da cidade.

O representante da autarquia informou ainda que as blitzes têm data para começar, mas não para terminar. “Todos os meses estaremos nas ruas, juntamente com a Secretaria de Saúde, com um projeto chamado ‘Vida no Trânsito’, que pretende realmente levar às pessoas uma melhor educação”, adiantou.

Motociclistas

Jilmar frisa que a maior preocupação ainda é com motocicletas, responsáveis em Petrolina por mais de 70% dos acidentes de trânsito. Ele destaca que do ano passado até agora, o município conseguiu diminuir o número de óbitos no setor, em especial entre motociclistas. Mas ele afirma que ainda é ser necessário avançar. Jilmar revelou que a AMMPLA aproveitará o Moto Chico para divulgar a campanha de conscientização.

Outro foco do trabalho educativo da autarquia, segundo Jilmar, deverá ser a zona rural, onde é comum ver pessoas pilotando sem equipamentos de proteção (como capacete) e até menores conduzindo motos. Como consequência, a região tem registrado frequentemente ocorrências de acidentes. “Também estamos com esse projeto”, reforça.

Um dos principais focos da AMMPLA, e não é de agora, são as escolas. Graças a ações como palestras, distribuição de panfletos e blitzes, somente este ano a autarquia já atendeu mais de 25 mil crianças e jovens de estabelecimentos de ensino em Petrolina. “Existe um ditado que diz o seguinte: se educarmos as crianças hoje, não precisaremos punir o homem amanhã”, pondera, acrescentando já ter sido convidado por escolas até de outras cidades como Juazeiro (BA), Afrânio e Dormentes (no Sertão pernambucano). Ele explica que o gestor interessado no tema precisa enviar um ofício à AMMPLA, convidando o representante do órgão municipal para proferir a palestra.

Sobre as recorrentes infrações, a exemplo de carros estacionados em cima de calçadas ou em locais inapropriados, Jilmar ressalta que a AMMPLA tem sido rigorosa, efetuando as notificações, mas admite: “se você é habilitado, precisa conhecer não só seus direitos, mas também seus deveres”. Vale destacar que a multa para quem, por exemplo, deixa o carro em locais onde é proibido parar e estacionar é de R$ 195,17 – mais cinco pontos na CNH. “Queremos convidar a sociedade a se engajar nessa campanha, para que as pessoas possam entender que estamos nas ruas por um trânsito mais seguro”, conclui Jilmar.

Após morte de professora, Prefeitura de Curaçá afirma que reforçará medidas de segurança para Festa dos Vaqueiros 2019

1

Um dia após a tragédia que culminou com a morte de uma professora de Juazeiro (BA), Kelly Cristine Gomes Reis, atingida por um cavalo durante a 65ª Festa dos Vaqueiros de Curaçá (BA), no dia de ontem (8) a prefeitura – organizadora do evento – disse que reforçará medidas de segurança no ano que vem. A informação foi repassada à reportagem do Blog pela assessoria de comunicação.

De acordo com a Pasta, todos os anos a prefeitura envida esforços no intuito de conscientizar público e vaqueiros. “Na avenida, inclusive, há uma via separada para passagem de quem está com animal e dos pedestres. Há uma campanha para conscientizar as pessoas sobre os cuidados que devem ter, uma vez que há muitos cavalos na cidade”, declarou.

Sobre rumores de que a professora estava saindo de um restaurante, quando foi atropelada pelo cavalo, a assessoria negou. “Há uma versão de que ela já havia se afastado do restaurante, e que já seguia numa via a alguns metros do restaurante. Foi uma fatalidade”, pontuou. A assessoria ressaltou ainda que até hoje nenhum acidente dessa natureza havia acontecido no evento.

Ronaldo Silva e a decisão do ‘petrolinense’ Sérgio Moro

11

Defensor do juiz federal Sérgio Moro, o vereador de Petrolina Ronaldo Silva (PSDB) considerou “acertada” a decisão de Moro em desautorizar o desembargador plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Rogério Favreto, que determinou no dia de ontem (8) a libertação do ex-presidente Lula.

Na Casa Plínio Amorim, Ronaldo sempre bradou para quem quisesse ouvir que “lugar de ladrão é na cadeia”.

Em tempo: o vereador é autor de um projeto de Decreto Legislativo propondo a concessão do título de Cidadão Petrolinense a Moro. No entanto, ele passou o primeiro semestre quase todo, tentando convencer o presidente da Casa, Osório Siqueira (PSB), a incluir o projeto na pauta, mas não logrou êxito.

Vereador Elismar Gonçalves: Mais oposicionista que governista

2

Depois de ensaiar uma aproximação com o grupo do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), o vereador Elismar Gonçalves (MDB) vem se mostrando mais para oposicionista do que para governista na Casa Plínio Amorim. E as eleições deste ano deverão deixar isso bem claro.

Elismar já disse a este Blog que seu candidato a deputado estadual é Lucas Ramos (PSB), o qual é adversário político do prefeito de Petrolina Miguel Coelho (PSB) – mesmo ambos convivendo no mesmo partido. Apesar do vereador ainda não ter batido o martelo quanto ao nome que apoiará a federal e a governador, é muito provável que não seja o mesmo do ex-aliado FBC.

Pré-candidata a estadual, Professora Socorro Lacerda compara ‘Escola sem Partido’ a AI-5

5

O Programa ‘Escola sem Partido’ – projeto de lei de autoria do vereador Osinaldo Souza (PTB), recém-aprovado na Câmara Municipal de Petrolina – foi um dos alvos de um ato público em prol da educação, realizado na manhã desta sexta-feira (29) na Praça do Bambuzinho, Avenida Souza Filho, no Centro da cidade. A polêmica proposta, que só depende do prefeito Miguel Coelho para virar lei, determina uma neutralidade político-ideológica e até de cunho religioso dentro das salas de aula, o que revoltou os educadores do município.

Para a professora e pré-candidata a deputada estadual Socorro Lacerda (PCdoB), a matéria é inconstitucional, porque a prerrogativa para deliberar sobre políticas educacionais é do Ministério da Educação. Mas segundo Socorro, esse item ainda fica abaixo do que considera a questão mais crucial da proposta.

“O problema principal é essa visão estreita, fascista, de que a escola não deve ser plural como prevê a Constituição. Essa onda fascista que o Brasil vivencia, fruto desse golpe que está em curso em nosso país, é mais uma forma de limitar, de cercear a liberdade, de impor medo aos trabalhadores e trabalhadoras em educação”, alfinetou.

A pré-candidata do PCdoB disse ainda não ter dúvidas de que, se o projeto de Osinaldo fosse debatido com antecedência no meio escolar de Petrolina, jamais teria sido respaldado. Socorro acredita que essa proposta um retrocesso à classe dos professores, além de ir de encontro ao que já prevê a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) do país. “O projeto tolhe o trabalho do professor”, avaliou Socorro. Ela chegou a comparar a ‘Escola sem Partido’ ao Ato Inconstitucional (AI) nº 5, de 1968, em pleno auge da Ditadura Militar, que restringiu violentamente a liberdade de expressão no país.

“O esporte me disciplinou”, diz atleta petrolinense campeã mundial homenageada pela Casa Plínio Amorim

4

A trajetória da jogadora petrolinense de futsal, Lidu Alves, poderia ser igual a de muitos jovens da cidade que enveredaram pelo caminho das drogas e do crime, motivados em parte pela falta de oportunidades ou pelo ambiente hostil em que viviam. Mas com ela foi diferente. Aos 26 anos, Lidu conquistou recentemente o campeonato mundial na Espanha com a seleção brasileira e, atualmente, joga na Itália.

De volta a Petrolina, onde está passando alguns dias em visita a familiares, Lidu ganhou uma homenagem especial da Câmara de Vereadores, na sessão plenária de ontem (26). Ela recebeu uma moção de aplausos proposta por Ruy Wanderley e Osinaldo Souza, que foi aprovada pelos demais representantes da Casa Plínio Amorim.

Era um sonho que eu esperava desde criança, e que hoje está sendo concretizado. Diante de tantas pedras, tantas coisas que poderiam aparecer no caminho, não sabia que poderia chegar tão longe”, afirmou a jovem atleta, sem esconder o orgulho.

Lidu começou no esporte aos 15 anos. Sua primeira grande competição foi a Copa TV Grande Rio de Futsal, quando foi escolhida naquela ocasião a atleta-revelação do torneio, jogando pela EMMAF. Depois disso, a estrela da petrolinense não parou mais de brilhar. De Petrolina ela se transferiu para o time do Unifor, no Ceará, e depois para o Paraná. Foi a partir daí que Lidu transformou-se no que é hoje. “Consegui vários títulos estaduais e nacionais, e fiquei conhecida. De lá, realizei meu primeiro sonho, que foi jogar na Europa, levando o nome de Petrolina. É uma sensação que poucas pessoas conseguem sentir”, contou.

Projeto social

A infância de Lidu não foi nada fácil em Petrolina. Criada pelo pai desde os quatro anos de idade, após a morte da mãe, ela residiu na periferia da cidade, em bairros como o João de Deus, numa época em que era considerado um dos mais perigosos de Petrolina. Também morou no Mandacaru (quando era ainda um ‘lixão’). Chegou ainda a morar em residências de estranhos, em outros locais da cidade, apenas pelo desejo de se manter do que mais adorava fazer. “O esporte me disciplinou, me ensinou o que é certo e o que é errado”, ponderou a atleta.

Para retribuir os louros da vitória no campo pessoal e profissional, Lidu revelou que pretender tirar do papel um projeto social em Petrolina destinado a investir em escolinhas de futsal para beneficiar crianças carentes da cidade. “Quero fazer por elas o que eu não tive na infância”, pontuou.

Com uma lesão grave nessa temporada, Lidu deve passar entre cinco e sete meses se recuperando, mas prevê que até dezembro deva estar de volta pelo time de Falconara, cidade italiana onde mora atualmente.

Osório Siqueira admite que meta para atingir LRF atrapalhou planos de melhorias em estrutura da Casa Plínio Amorim

0

O presidente da Mesa Diretora da Casa Plínio Amorim, vereador Osório Siqueira (PSB), admitiu um erro de cálculo em relação aos recursos anunciados por ele para promover melhorias no Legislativo de Petrolina. A afirmação foi dada ontem (26) por Osório, após a última sessão plenária desse semestre.

Segundo o presidente, os esforços para se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) atrapalharam o que havia sido planejado. “Peço até desculpas, porque a gente fez um planejamento que acabou dando errado, em relação aos recursos. Tivemos de demitir muita gente para atingir o limite prudencial (da LRF), e aí os recursos ficaram imprensados”, justificou.

Osório ressaltou, no entanto, que tem o compromisso não apenas no restante deste ano, como também no próximo biênio (2019/20) – quando comandará mais uma vez o Legislativo – de implementar essas melhorias. Um das principais demandas é a sala de imprensa, onde jornalistas, radialistas e blogueiros da cidade cobrem as sessões semanais da Câmara. O local está com estrutura precária, tanto de equipamentos quanto de serviços como internet, que não funciona como deveria.

Reforçando a promessa, Osório garantiu que a sala será reformada e melhorada. No cronograma ele também destacou a construção de uma sala de reuniões para os vereadores e demais setores da Casa. Ele estima que tudo comece a sair do papel a partir do ano que vem.

Concurso

Em relação ao tão esperado concurso público para preenchimento do quadro do Legislativo, Osório reforçou estar aguardando um veredicto do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que suspendeu temporariamente o certame após solicitar do presidente toda a documentação referente ao concurso. “Na hora que chegar (a decisão do TCE), a gente convoca a empresa ganhadora. Mas no momento temos de aguardar, porque o Tribunal é o órgão que nos fiscaliza”, finalizou.

Depois de elogiar São João, vereador Osinaldo Souza pede eventos de gospel em Petrolina

12

Mesmo reconhecendo a grandiosidade e organização que marcaram os festejos juninos de Petrolina, o vereador governista Osinaldo Souza (PTB) fez um apelo ao atual prefeito Miguel Coelho (PSB), na sessão plenária de ontem (26) na Casa Plínio Amorim. Osinaldo disse sentir falta de eventos de gospel na cidade.

Vários evangélicos já me cobraram. Cadê os eventos gospel para a juventude?”, afirmou. A colega de Osinaldo, Maria Elena (PRTB), no entanto, afirmou que a prefeitura havia realizado um encontro gospel em setembro do ano passado, “e ninguém foi”, declarou a vereadora, que à época ocupava a Pasta de Cultura, Turismo e Esportes.

Osinaldo refutou Elena ao justificar que nenhum grande evento gospel, de porte similar aos festejos juninos, aconteceu na cidade. “Tenho certeza de que, com a força da bancada evangélica, esse evento vai sair. Até porque o prefeito Miguel Coelho é sensível, democrático, e tenta direcionar o dinheiro público a todas as correntes religiosas de Petrolina”, concluiu.

Osório Siqueira antecipa encerramento dos trabalhos plenários na Casa Plínio Amorim, mas diz estar pronto para convocar vereadores se for necessário

4

O presidente da Casa Plínio Amorim, vereador Osório Siqueira (PSB), deu por encerrados nesta terça-feira (26) os trabalhos em plenário no primeiro semestre. Após a sessão, Osório afirmou à imprensa que a Casa tinha o mínimo de 21 sessões plenárias para realizar nesse período, mas chegou a 32 contando com a de hoje.

Além disso, ele ressaltou que não havia projetos de ‘urgência urgentíssima’ em pauta que justificassem a última sessão na quinta-feira (28). Osório ressaltou, no entanto, que o recesso dos vereadores é somente em relação aos trabalhos no plenário.

A Câmara continuará trabalhando. Os vereadores continuarão recebendo as pessoas em seus gabinetes. Eles também terão a chance de trabalhar nas comunidades, recebendo as reivindicações, ou aqueles que precisam visitar familiares em outras localidades”, ponderou o presidente.

Pelo ritmo das atividades, o chefe do Legislativo de Petrolina considerou satisfatório o desempenho da Casa no primeiro semestre. Osório destacou ainda estar à disposição do Executivo, caso haja a necessidade da convocação de uma sessão extraordinária. “Se o prefeito precisar da votação de um projeto que não pode ser adiado, sob o risco de trazer prejuízos ao município, estaremos prontos para convocar os vereadores para uma sessão durante o recesso”, completou.

Vereadores da bancada do PT na Casa Plínio Amorim abstêm-se de votar moção de aplausos a São João de Petrolina

4

Os festejos juninos deste ano em Petrolina receberam uma moção de aplausos apresentada pela governista Maria Elena (PRTB), na sessão plenária desta terça-feira (26) na Casa Plínio Amorim. O requerimento 140/18 da vereadora foi aprovado pela maioria, mas os dois integrantes da bancada do PT na Casa – Cristina Costa e Professor Gilmar Santos – optaram por se abster de votar a moção.

Tanto Cristina quanto Gilmar até reconheceram a boa organização do evento este ano, mas ressaltaram que o São João promovido pela prefeitura atendeu muito mais a interesses de empresários de fora da cidade do que a população.

Os vereadores também argumentaram que a programação oficial dos festejos, realizada no Pátio Ana das Carrancas, não valorizou como deveria as tradições juninas, priorizando os grandes artistas nacionais.

Resposta

Líder da bancada governista, Aero Cruz (PSB) saiu em defesa da gestão, mas sem provocar polêmica. Primeiro, ele parabenizou o prefeito Miguel Coelho pelo “grande sucesso” do São João. Em seguida, o líder deixou de lado as críticas dos dois colegas de Legislativo, preferindo enaltecê-los pelo que viram em termos de melhorias na organização do evento, em relação ao ano passado.

Última sessão plenária da Casa Plínio Amorim no semestre termina com projetos aprovados

1

A última sessão plenária do semestre na Casa Plínio Amorim, realizada na manhã desta terça-feira (26), terminou com a aprovação de seis projetos de lei – um de autoria do Executivo Municipal e cinco de representantes do Legislativo.

Em relação ao projeto 046/18, do Executivo, o prefeito Miguel Coelho (PSB) pediu autorização para realizar uma Parceria Público-Privada (PPP) com vistas à instalação e manutenção de abrigos em paradas de pontos de ônibus em Petrolina, além da implantação de relógios digitais contendo informações não apenas do tempo, mas da temperatura e qualidade do ar da cidade. Em troca, a empresa interessada teria exclusividade na exploração publicitária desses equipamentos. A matéria passou por 15 votos a zero, na primeira votação, e por 16 a zero na segunda.

O líder da bancada oposicionista, Paulo Valgueiro (MDB), também viu seus três projetos de lei – que haviam sido retirados de pauta na semana passada por ter se ausentado da sessão em virtude de um problema de saúde em sua família – aprovados por unanimidade. O primeiro (080/18) obriga o fornecimento aos segurados de planos de saúde ou seguro privado de informações por escrito e documentos por parte das operadoras, caso não cubram o atendimento no âmbito do município.

O segundo projeto (083/18), também na área de saúde, dispõe sobre medidas de proteção contra a violência obstétrica, além da divulgação de boas práticas para atenção à gravidez, parto, nascimento ou aborto; o terceiro projeto (096/18) de Valgueiro cria o Selo ‘Escola Amiga da Educação Inclusiva’, destinado a cobrar de escolas privadas de Petrolina a adoção de medidas para implantar o sistema educacional inclusivo para pessoas com deficiência.

O governista Gaturiano Cigano (PRP) também teve aprovado o projeto (084/18), autorizando a administração municipal a implantar agroindústrias de processamento da produção oriunda da agricultura familiar. Este também tinha sido retirado de pauta, a pedido do próprio vereador, na semana passada.

Moto Chico

Quem não escondeu a satisfação foi outro governista, Aero Cruz (PSB), que conseguiu emplacar o projeto 124/2017, oficializando o tradicional encontro de motociclistas em Petrolina, o Moto Chico, no calendário turístico de eventos da cidade. Os projetos dos vereadores passaram por 17 votos a zero.

Cubape rechaça boataria sobre fim das hortas comunitárias para construção de casas populares no João de Deus

0

Uma visita do presidente da Central Única dos Bairros de Petrolina (Cubape), Pedro Caldas, e do líder comunitário do Bairro João de Deus, Manoel Eugênio, na manhã do último sábado (23), rendeu uma onda de boatos na comunidade sobre o suposto fim de três hortas comunitárias, que já existem há quase 20 anos. Segundo informações recebidas pelo Blog, no local a Prefeitura de Petrolina estaria planejando construir casas populares.

Pedro Caldas, no entanto, rechaçou veementemente a boataria disseminada. A visita, segundo ele, foi motivada justamente pelo contrário. A intenção do município é reforçar o trabalho das famílias que tiram seus sustentos das horas.

Ele contou que, nesta quinta-feira (28), às 14h, a Cubape e a Associação de Moradores do João de Deus promoverão uma reunião com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, José Batista da Gama, que acontecerá no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS). Também foi convidado o diretor do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Sintraf) e um técnico da 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf.

Na ocasião serão debatidas questões como as dificuldades para adquirir a aposentadoria das famílias que trabalham nas hortas comunitárias da cidade. “A Cubape também está lutando. junto à Codevasf, por uma parceria para aquisição de kits de irrigação, o que facilitará no manejo da plantação e da produção sustentável, que é a fonte de sustento de mais de 50 famílias que vivem em vulnerabilidade social”, ressaltou Caldas.

Petrolina
algumas nuvens
24 ° C
24 °
24 °
57%
6.2kmh
20%
qui
26 °
sex
27 °
sáb
24 °
dom
23 °
seg
23 °