Antônio Carlos Miranda

2141 POSTS 0 COMENTÁRIOS

Secretaria Executiva de Habitação e Chefia de Gabinete são as mais novas mudanças de Miguel Coelho em sua equipe

1
Foto: Blog do Carlos Britto

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), confirmou ontem (21) à imprensa, após reunião de monitoramento de sua equipe, novas mudanças no time. Uma delas é o remanejamento de Rodrigo Galvão, que deixa o cargo de diretor de Esportes para assumir a chefia de gabinete do gestor, a partir de fevereiro.

Já Fernanda Carvalho, que executava essa missão, será chefe de gabinete do deputado estadual eleito Antonio Coelho (DEM), que assume, também no próximo mês, seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).  O próprio Miguel já havia anunciado anteriormente essa alteração.

A outra mudança acontece na Secretaria Executiva de Habitação, que tinha como titular Rafael Oliveira. Ele agora assumirá a Coordenadoria de Convênios da prefeitura. Em seu lugar ficará Thulio Teobaldo, que deixa a diretoria de Eventos para acompanhar obras como a construção de mais de 900 unidades do Programa ‘Minha Casa Minha Vida’  – além de outras moradias para a zona rural e área ribeirinha, bem como acompanhar de todos os residenciais existentes na cidade. “Estou muito confiante de que a equipe, nesse novo formato, vai surpreender ainda mais e a população vai reconhecer”, frisou.

Quanto à pasta de eventos, Miguel informou que será incorporada à Diretoria de Turismo. O novo nome, segundo Miguel, ainda será anunciado.

Miguel Coelho afirma que detalhes do projeto de incluir agentes de trânsito na Guarda Municipal ainda serão discutidos com categoria

0
Foto: Blog do Carlos Britto

Antecipando-se a possíveis polêmicas em torno do assunto, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, afirmou que o projeto de lei do Executivo, propondo ampliar a autonomia da Guarda Civil Municipal (GCM) dando ao órgão o poder de polícia, segue uma tendência nacional. Essa proposta, segundo o gestor, já tinha sido aprovada no Congresso Nacional.

Essa migração não vai acontecer só em Petrolina. Todas as cidades que contam com Guarda Municipal, a tendência é de que virem também polícias municipais”, argumentou.

O prefeito ressaltou ainda que o secretário-executivo de Segurança Pública, José Silvestre, está cuidando desses detalhes, já que o objetivo – segundo Miguel – é somar forças. “Queremos integrar a polícia municipal, que hoje é a Guarda, junto com a Polícia Militar e a Polícia Civil, para que todas juntas possam levar mais segurança aos bairros de Petrolina”, enfatizou.

Sobre a possibilidade de incorporar os agentes de trânsito à GCM, Miguel disse ser necessário ainda discutir esses pontos com a categoria. Uma hipótese mais provável é incluir os agentes num destacamento da Guarda, assegurando seus direitos e autonomia, como já acontece com a ROMU e será feito com as futuras Patrulha Escolar, Ambiental e da Mulher. O modelo segue o mesmo implementado pela Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). “Pode até ser que os agentes fiquem de fora desse processo, mas vamos fazer o melhor para a segurança dos cidadãos”, declarou.

Projeto

Miguel frisou que o projeto vai contemplar também um certame para a contratação mínima de 40 novos guardas, o que representará um aumento de 30% ao efetivo atual da GCM. O prefeito adiantou que o edital deverá ser lançado ainda nesta semana. Miguel revelou ter enviado a proposta referente aos agentes de trânsito no final de 2018, mas pediu que fosse retirada de pauta com o objetivo de aperfeiçoá-la. “No momento em que todos esses pontos estiverem azeitados, a gente enviará novamente o projeto à Câmara, para que os vereadores possam apreciar e votar”, concluiu.

Durante entrega de novas viaturas à Guarda Municipal, Miguel Coelho destaca investimento: “Maior já feito até hoje”

8
Foto: Blog do Carlos Britto

Com um semblante de satisfação, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, cumpriu mais uma etapa no processo de valorização da Guarda Civil Municipal (GCM) que seu governo vem realizando desde quando assumiu o mandato, há dois anos. Na tarde desta segunda-feira (21) ele entregou mais uma leva de novas viaturas à corporação. No total, oito carros e nove motocicletas reforçarão o trabalho dos profissionais na segurança do patrimônio público e dos cidadãos.

Os veículos foram expostos na sede da prefeitura, na Avenida Guararapes, Centro da cidade, de onde sairiam em desfile. Antes disso, Miguel Coelho concedeu uma breve coletiva de imprensa sobre mais esta iniciativa da gestão.

Segundo ele, os investimentos feitos na GCM são oriundos de uma forte economia que vem fazendo desde o primeiro dia da administração. O resultado desse esforço permitiu ao município investir mais de R$ 1,5 milhão na Guarda. “No início a gente comprou novos fardamentos, botas e cintos. Já estamos comprando novos coletes à prova de bala e agora todo esse reforço de estrutura”, analisou.

Miguel lembrou que em janeiro de 2017, quando assumiu a prefeitura, a GCM tinha quatro motos e três carros. Hoje são 35 viaturas, entre carros e motos. “É um investimento cinco vezes maior. Na verdade é o maior investimento já feito, desde que a Guarda foi criada, há quase 25 anos. Então estamos satisfeitos. A tropa está animada, motivada e engajada para defender o que há de mais valioso na nossa cidade, que é a vida do cidadão petrolinense”, pontou o prefeito.

Foto: Blog do Carlos Britto   

Dormentes: Prestes a dar à luz a quadrigêmeos, dona de casa diz não ter feito nenhum tratamento especial

1
Riqueline e suas duas filhinhas, durante chá de bebê dos quadrigêmeos

A vida da dona de casa-de-casa Riqueline de Brito Macedo vai mudar completamente, muito em breve, mas ela é só alegria e ansiedade, juntamente com seu marido. O motivo não é à toa. Natural de Dormentes (PE), Sertão do São Francisco, Riqueline está prestes a dar à luz a quadrigêmeos.

Com exclusividade, a reportagem do Blog foi até o Hospital Dom Malan (HDM/Imip) conversar com a futura mamãe. O dom da maternidade, aliás, não é inédito para Riqueline. Ela já tem duas meninas – uma de quatro anos, e outra que completará nove. Mas a chegada de outros quatro filhos de uma só vez a surpreendeu, sobretudo porque ela não passou por nenhum tratamento especial, o que é natural nesses casos.

Segundo Riqueline, existe um histórico na sua família, mas não de quadrigêmeos. “Há um caso de gêmeos, e também outro de trigêmeos. Mas quadrigemelar não”, informou.

Por ser uma gravidez diferenciada, ela se encontra no momento no setor de alto risco da unidade, mas demonstra tranquilidade  e diz estar seguindo todos os procedimentos médicos. “Por conta do peso (dos bebês), eu tenho dar repouso para evitar que o colo do útero possa vir a se romper”, explicou.

Previsão

Com pouco mais de cinco meses de gestação, a dona-de-casa contou que não há ainda uma previsão dos médicos sobre quando dará à luz, mas são grandes as chances de que os bebês nasçam prematuramente – o que também é natural nesses casos. Ela conta que estava se dividindo entre Dormentes e Petrolina, para realizar exames de rotina. Porém na última semana, quando veio fazer o ultrassom, foi aconselhada a ficar internada. “O médico queria acompanhar melhor o quadro de evolução, mas durante esta semana ele vai dizer se terei alta ou não”, explicou. De qualquer forma, Riqueline disse que, até ter seus quadrigêmeos, não retornará a Dormentes. “Fica mais fácil eu ser atendida se tiver alguma emergência, já que Dormentes não é perto”, finalizou.

Depois de todas essas etapas, o que ela e a família mais querem é receber os mais novos herdeiros, que até já receberam seus nomes antes mesmo de virem ao mundo: Maria Alice, Maria Fernanda, Maria Isabella e João Miguel.

Eleito pela primeira vez à Câmara dos Deputados, pernambucano Túlio Gadêlha diz que fará mandato contra “política de oligarquias”

13

Aos 30 anos de idade, ele vai para seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados, a partir de fevereiro, com uma missão nada fácil: fazer oposição ao atual Governo Bolsonaro. Mas para o advogado Túlio Gadelha (PDT), o respaldo que teve do povo pernambucano nas urnas só o estimula.

Eleito com mais de 75 mil votos, Túlio conquistou, só em Petrolina 1.236 votos ‘com a cara e a coragem’ – como se costuma dizer de quem não dispõe de muitos recursos financeiros para arcar com despesas de campanha. Na recente visita que fez à cidade para agradecer ao eleitorado petrolinense, ele concedeu uma entrevista ao Carlos Britto Talk Show.

Túlio já elegeu suas bandeiras quando assumir o mandato na Câmara. Além de advogado, ele também é professor. Desde cedo, quando pensou em seguir na vida pública, ele já era engajado com movimentos culturais em Pernambuco. Por este motivo, Túlio vai envidar todos os seus esforços pela educação e cultura, além dos direitos da mulher e do povo indígena, sem esquecer a luta em prol dos agricultores familiares. “A gente tem feito uma crítica a essa política voltada para a agricultura familiar, que não consegue emancipar o homem do campo”, pontuou.

Sobre o governador reeleito de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), Túlio disse que não será “nem aliado, nem oposição” ao socialista. “Onde ele acertar, aplaudiremos. mas estaremos prontos para criticar onde houver erros“, ponderou.

Diálogo

Em relação ao cenário nacional, o pedetista destacou ainda ser possível fazer política para tentar modificar a velha estrutura existente no país, pela qual as oligarquias querem sempre se perpetuar no poder, o que faz os cidadãos colocarem todos no mesmo balaio. “Acreditamos que podemos mudar isso, ocupar esses espaços com uma maior participação da sociedade”, ponderou. A íntegra do talk show pode ser conferida no Blog.

Presidente eleito do Conselho Regional dos Técnicos Industrais vai propor criação de delegacia seccional para Petrolina

1

Eleito no último dia 9 de janeiro presidente do Conselho Regional de Técnicos Industriais da 3ª Região (CRT-03), Jessé Barbosa Lira terá, a partir de agora, um novo desafio. Após a sanção da Lei 13.639/2018, criando o Conselho Federal e os Regionais da categoria – uma luta de décadas, que nem todos os seus colegas conseguiram ver concretizada -, Jessé carregará por quatro anos a responsabilidade de dar vazão às principais demandas dos profissionais.

Abrigando técnicos dos Estados de Pernambuco, Sergipe, Alagoas e Paraíba, o CRT-03 ainda não tem uma sede própria. Esta, inclusive, já será a primeira tarefa de Jessé, conforme explicou em entrevista a este Blog.

Segundo ele, o núcleo do CRT-03 ficará no Estado pernambucano e, seguindo orientação do Conselho Federal (localizado em Brasília), os demais criariam suas subsedes. Jessé adiantou que uma reunião na próxima segunda-feira (21), na capital federal, com a diretoria da entidade nacional deverá definir esses detalhes.

Nessa mesma reunião, Jessé ressaltou que apresentará uma proposta de criação, dentro de cada Estado do CRT-03, de delegacias seccionais nos municípios onde há profissionais ligados ao Conselho – incluindo Petrolina. Essas delegacias, segundo ele, funcionarão no intuito de fiscalizar o trabalho dos técnicos. Mas não só isso. “Eles agora não vão mais precisar se deslocar até a capital para resolver assuntos de seu interesse profissional. Poderão procurar a delegacia do seu município”, argumentou.

Militante em defesa de sua categoria na cidade, o técnico em Edificações e professor do Senai, Marcelo Barbosa Carvalho, enalteceu os profissionais que foram exercer sua cidadania ao participarem do pleito. Ele destacou também o fortalecimento da profissão a partir da implantação do Conselho Federal e dos Regionais. Em relação a Petrolina, Marcelo disse ainda não ser possível precisar o número de técnicos em atividade, mas lembrou que desde a década de 70, a partir da Escola Estadual Otacílio Nunes, profissionais dessa área são formados. “Hoje temos o IF Sertão, o Senai, o Grau Técnico e, futuramente, vamos ter uma escola técnica estadual. Ou seja, tem muitos técnicos sendo formados da década de 70 pra cá”, pontuou.

Palanques desarmados

Passada a eleição, Jessé afirmou que o momento agora é de “desarmar palanques” e todos se unirem em prol da categoria. Segundo ele, a meta é de fazer cumprir os princípios básicos da lei: fomentar o ensino técnico no Brasil, a liberdade e valorização profissional e a segurança à sociedade.

Luto

O presidente do Conselho Regional aproveitou para se solidarizar com familiares do técnico industrial petrolinense Paulo Reis de Lima, que faleceu de forma trágica, juntamente com outro colega, num acidente automobilístico em Marabá (PA), onde fazia um trabalho de agrimensura numa obra. O corpo dele foi sepultado ontem (17) em Petrolina.

9º Baile de Máscaras vai aquecer foliões da região para Carnaval de Petrolina

0
Foto: Portal SG/arquivo

A prévia do Carnaval mais esperada de Petrolina já tem data marcada”. A empolgação é de Domingos Souza, idealizador do Baile de Máscaras, que acontecerá pelo nono ano seguido. O evento será realizado no próximo dia 9 de fevereiro, no Clube Sociedade 21 de Setembro, a partir das 22h30, na Petrolina Antiga, Centro da cidade.

Segundo Domingos, as expectativas para este ano são as melhores. Ele revela que das 80 mesas disponibilizadas, 55 já foram vendidas – ou seja, mais de 50%.

Temos um público cativo, de amigos. O baile é muito familiar”, explica.

Apaixonado pela Folia de Momo, Domingos está otimista para mais um ano de sucesso, sobretudo porque o baile em 2019 vai acontecer antes mesmo do Carnaval de Juazeiro (BA). Além disso, as atrações deste ano são para fazer todo mundo cair no passo: Camila Yasmine, Orquestra Metais de Ouro e Fabiana Santiago.

O início

Domingos lembra que a ideia de criar o baile nasceu por sugestão de integrantes do Bloco ‘Os que Ficaram’ (fundado em 2000). No começo não foi fácil. “A gente tirava dinheiro do bloco para fazer o baile”, conta. As coisas começaram a mudar nos últimos quatro anos, quando o evento passou a atrair, a cada ano, um público cada vez maior de foliões.

O idealizado do Baile de Máscaras deixa claro que toda a organização é feita sem nenhum patrocínio, sobretudo político, e quer que continue assim. “Quem garante a festa é o folião”, afirmou. A mesa para o 9º baile custa R$ 160,00 e pode ser adquirida no Portal SG ou com o próprio Domingos, pelo telefone (87) 9 8171-8099.

População da zona norte bloqueia três pontos do Bairro Dom Avelar em protesto contra falta de saneamento

0

A falta de saneamento básico no Bairro Dom Avelar e nas comunidades do seu entorno levou vários moradores da zona norte de Petrolina, na manhã de hoje (10), a mais um protesto para sensibilizar as autoridades competentes. De forma pacífica, a mobilização bloqueou o Dom Avelar em três pontos. Um deles é a Avenida dos Minérios, onde as reclamações referentes a estouramentos de esgotos são constantes.

O problema, segundo os manifestantes, prejudica moradores e comerciantes do local, por conta da fedentina e dos dejetos espalhados. A implantação da bacia do Dom Avelar foi iniciada há 11 anos, na gestão do então prefeito Odacy Amorim (2007-08), mas não teve continuidade com o sucessor dele, Julio Lossio, que comprou briga com a concessionária responsável pelo setor – a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) – pela municipalização do serviço, por considerar que a empresa não cumpriu com a meta de investimentos acertada com Odacy.

Após dois mandatos (2009-16) Lossio não conseguiu seu objetivo, mas o gestor que o sucedeu na prefeitura, Miguel Coelho (PSB), também perdeu a paciência com a Compesa e viabilizou uma Parceria Público-Privada (PPP) para os serviços de abastecimento d’água e esgotamento sanitário de Petrolina. A expectativa, segundo o atual prefeito, é de anunciar a nova empresa até meados de março.

Enquanto isso, a população da zona norte fica no meio desse fogo cruzado entre município e Compesa, sofrendo com esgotos em frente de casa, que já poderiam ter sido sanados definitivamente. Prova disso são os R$ 38 milhões que a Companhia tem à sua disposição, por meio da Caixa Econômica Federal (CEF), para concluir a bacia do Dom Avelar. Mas a “insegurança jurídica” alegada pela Compesa, diante da queda de braço com a prefeitura pelos serviços de água e esgoto, impede que os investimentos sejam realizados. Nesta semana o presidente da Companhia, Roberto Tavares, afirmou à imprensa local que os petrolinenses não podem pagar a conta sempre que há uma briga política da gestão municipal com o governo do Estado.

Plínio Amorim e sua empolgação de ‘novato’ na equipe de Miguel Coelho

2
Foto: divulgação

O Professor Plínio Amorim pode até ser o novato na equipe reformulada do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB). Mas de novato, ele para por aí. Quando assumir a Secretaria de Planejamento e Gestão Administrativa, a partir de fevereiro próximo, ele colocará em prática toda a experiência que amealhou desde a época em que foi secretário de Educação nas gestões de Fernando Bezerra (2005-06) e Odacy Amorim (2007-08).

Sem falar que Plínio passou também pela Prefeitura de Juazeiro (BA) nos dois mandatos de Isaac Carvalho (2009-16), transformando-se em ‘homem forte’ do governo. Atualmente ele estava comandando a pasta de Finanças na administração de Paulo Bomfim.

É com essa bagagem que Professor Plínio chega para reforçar a equipe de Miguel. E ele chega empolgado, como de fato estivesse sendo convocado para uma missão pública pela primeira vez.

Frisando conhecer bem o grupo político do qual está novamente integrado, ele deixou claro que volta “com muita vontade de acertar” e promete uma grande interação com o time de secretários do prefeito, que considera “qualificado”. Para quem conhece bem Plínio, pelo menos o esforço que os petrolinenses esperam (e conhecem) dele não vai faltar.

Destacando papel de Osório e de outros presidentes, Maria Elena pede “ações proativas” da nova Mesa Diretora da Casa Plínio Amorim

0

Ex-presidente da Casa Plínio Amorim, a governista Maria Elena (PRTB) reconheceu, para quem quis ouvir, a importância do seu colega Osório Siqueira (PSB) como presidente do Legislativo de Petrolina. Ao comentar sobre o quinto mandato de Osório para chefiar a Casa no biênio 2019/20, durante cerimônia de posse da nova Mesa Diretora, semana passada, Elena afirmou que ele tem, sim, “a representatividade” do povo petrolinense ratificada pelos demais colegas.

A governista aproveitou, no entanto, para lembrar o papel de outros presidentes da Casa – a exemplo dela própria, de Ruy Wanderley, Chico Freire e Paulo Afonso – para reforçar o trabalho feito em prol da Câmara Municipal. E deixou seu recado para a nova Mesa, que iniciará aos trabalhos a partir de fevereiro próximo. “Que os senhores, ao longo da experiência de seus mandatos, hajam proativamente, amarrando as ações que deram certo. Trabalhem e legislem para orgulhar a Câmara de Petrolina”, declarou.

Odacy Amorim admite que cargo no Governo Paulo Câmara passa por 2020, mas assegura que no momento foco não é esse

0

Com a indicação confirmada para a presidência do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), como este Blog informou na última sexta-feira (4), o ex-deputado estadual Odacy Amorim (PT) admitiu que o cargo no segundo Governo Paulo Câmara passa pela sucessão municipal de 2020. No entanto, ele deixou claro que vai se focar totalmente no trabalho que precisar realizar à frente do órgão estadual.

“Temos um árduo trabalho a fazer pelas cidades das regiões de Pernambuco. Queremos, inclusive, discutir uma plataforma de inovações com a Secretaria sobre projetos do IPA”, afirmou o petista.

Evidentemente esse trabalho deixará Odacy ‘na vitrine’ do cenário político, sobretudo para as próximas eleições, e ele se diz ciente disso. Mas vê todas as conjecturas como consequência do que fará como presidente do IPA.

Embora não tenha logrado êxito na disputa para deputado federal, e graças a Deus fui majoritário em Petrolina, tanto na cidade como no interior, e isso me dá uma certa vitrine. Mas estou preocupado em fazer uma política voltada a ajudar os municípios, apoiando também os deputados parceiros, fazendo um trabalho com coerência e seriedade. Se for da vontade de Deus, se esse trabalho tiver resultados importantes, e acredito que vamos ter, e isso desencadear para uma reflexão sobre a disputa em Petrolina, pode ser um caminho”, pontuou. Odacy considerou sua indicação como um “importante gesto” de Paulo Câmara (PSB). Nos bastidores políticos da cidade, esse “gesto” é visto como um provável apoio do socialista a uma eventual candidatura de Odacy a prefeito.

Futuro presidente do IPA, Odacy Amorim afirma que desafio será garantir ações com poucos recursos e lembra época de secretário de FBC

7

Ex-deputado estadual e ex-prefeito de Petrolina, Odacy Amorim (PT) terá mais um desafio em sua vida pública. Na próxima semana ele deverá assumir a presidência do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), confirmando os rumores de que estaria próximo de fazer parte da segunda gestão do governador Paulo Câmara (PSB).

Em conversa por telefone com o Blog, Odacy destacou que o IPA – órgão vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário, comandada pelo também petista Dilson Peixoto –  tem um papel importante dentro da Pasta, com escritórios espalhados em mais de 100 municípios. Sua missão é justamente ratificar políticas em prol do homem do campo desenvolvidas pelo instituto.

Segundo Odacy, seu maior desafio será implementar as ações necessárias dentro de um orçamento apertado do IPA. Natural do Distrito de Rajada, zona rural de Petrolina, ele espera contar com a experiência que tem do campo e com a que reuniu ao longo de sua vida pública para desempenhar um bom papel à frente do órgão estadual.

Ele lembrou a época em que foi secretário municipal de Agricultura na segunda gestão do então prefeito Fernando Bezerra Coelho (2001-04), quando teve de viabilizar as ações, mesmo com poucos recursos. “É isso que esperamos fazer também no IPA”, frisou.

Preocupação

Perguntado se sua presença na equipe de Paulo Câmara ajudará a minimizar as críticas das famílias do sequeiro quanto à atuação do Estado no Sertão, Odacy acredita que o governador sempre teve essa preocupação. Tanto é que, mesmo sendo adversário do presidente Jair Bolsonaro, o socialista buscará uma aproximação com o governo federal para garantir os recursos constitucionais por meio de projetos. “O que precisamos fazer é trabalhar com o povo. O que for possível fazer, iremos honrar com nosso compromisso. Onde não der para fazer, é explicar, mas sempre trabalhando com coerência”, pontuou.

Em nome das mulheres de Petrolina, Maria Elena reforça recado à próxima Mesa Diretora da Casa Plínio Amorim

0
Foto: Blog do Carlos Britto

Única representante da bancada feminina a se fazer presente na posse da nova Mesa Diretora da Casa Plínio Amorim, na última terça (1), já que sua colega Cristina Costa (PT) ausentou-se da cerimônia, a vereadora Maria Elena (PRTB) falou em nome das duas. Depois de desejar ao presidente Osório Siqueira (PSB) e demais componentes da Mesa uma boa condução dos trabalhos para o biênio 2019/20, Maria Elena afirmou que ela e Cristina continuarão a reivindicar pelas mulheres de Petrolina.

Ressaltando que a cidade tem hoje um movimento robusto de mulheres, o qual, juntamente com outras entidades, tem fortalecido a luta desse segmento, a vereadora mandou seu recado à Mesa: “que esta Casa continue cada vez mais produzindo e legislando em função da maioria do povo petrolinense, incluindo as mulheres”.

Zé Batista se diz pronto para ser líder da bancada governista se for necessário, mas afirma que demais colegas também podem assumir missão

2
Foto: Blog do Carlos Britto

De volta à Câmara Municipal de Petrolina, o vereador governista José Batista da Gama (PDT) não hesitou em responder que, caso o líder da bancada Aero Cruz (PSB) seja convocado pelo prefeito Miguel Coelho (PSB) para compor sua equipe de governo, está disposto a liderar a bancada. Mas deixou claro que essa prerrogativa é de Miguel.

Não compete a mim, compete ao prefeito. Ele tem na sua base aliada 18 vereadores, que são bons vereadores”, declarou, deixando a entender que qualquer um deles tem a competência necessária para assumir a missão.

Mas perguntado se algum dos aliados teria o perfil contundente do vereador para erguer a voz em defesa do governo, Zé Batista evitou entrar no mérito da questão. “Os dedos das mãos não são iguais. Então, as pessoas não são iguais. Cada vereador tem um perfil diferente”, ponderou. Zé disse ainda que muita gente o acha arrogante ou prepotente, mas na verdade seu estilo é de ser “autêntico”.

Lucas Ramos e o desafio de trazer o Compaz para Petrolina

6

Aliado de primeira hora do governador Paulo Câmara (PSB), o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) tem uma missão desafiadora em seu segundo mandato, que coincide também com a segunda gestão do socialista: viabilizar a implantação do Centro Comunitário da Paz (Compaz) em Petrolina.

O grau de dificuldade na missão de Lucas é justamente suplantar a desconfiança da população da maior cidade sertaneja em relação a promessas não cumpridas pelo governador. Não que essa tenha sido uma promessa de Paulo, mas o deputado comprou a ideia e tem concentrado esforços para torná-la realidade.

Na Assembleia Legislativa (Alepe), Lucas é o autor da Indicação nº 8046/2017 ao Governo do Estado, para que seja instalado em Petrolina um centro nos moldes dos implantados pela Prefeitura do Recife na Capital. Também destinou R$ 80 mil, por meio de emenda parlamentar, para elaboração do projeto executivo necessário à construção do equipamento.

No final de maio de 2018, o deputado até trouxe a Petrolina um representante do governo do Estado para analisar uma área localizada no Centro de Esportes e Lazer, na Cohab II, onde o Compaz pode ser construído. Caso saia mesmo do papel, o equipamento será o primeiro fora da Região Metropolitana. E todos sairiam ganhando: os petrolinenses, Lucas e – claro – o governador.

Petrolina
nuvens dispersas
25 ° C
25 °
25 °
65%
6.2kmh
40%
qui
33 °
sex
26 °
sáb
26 °
dom
27 °
seg
27 °