Após ser ameaçado de morte, jovem petrolinense busca justiça contra acusação de estupro viralizada em redes sociais

7

Bartolomeu do Nascimento Neto, conhecido popularmente como “Junior”, está vivendo momentos de terror após ter sua imagem associada à de um homem que aparece num vídeo estuprando uma criança de cerca de 4 anos de idade. Nas imagens divulgadas nas redes socais, segundo Bartolomeu, o homem que aparece molestando a criança tem deficiência nos membros inferiores, o que comprova que não é ele.

O absurdo é tão grande que nem pernas ele tem, e o braço dele é perfeito. Já eu tenho as duas pernas e cirurgia no braço. Já fiz dois Boletins de Ocorrência, fiz um vídeo de defesa e publiquei nas redes sociais e procurei a imprensa para ajudar a provar que eu não sou aquela pessoa”, relatou, em entrevista a este Blog.

De acordo com Bartolomeu, a polícia lhe orientou a conseguir mais provas. “A polícia me orientou a descobrir a fonte que divulgou a conversa no grupo [de WhatsApp]. Eu consegui quatro [contatos] e entreguei na delegacia. As pessoas serão intimadas a depor e vão ter que dizer de onde começou tudo isso”, explicou.

Bartolomeu ficou sabendo do vídeo na última terça-feira (17), mas o caso viralizou e tomou outra dimensão, agora envolvendo sua família. Ele contou que pessoas conhecidas em outros estados já estão sabendo do caso e disseram que, junto ao vídeo, além de sua imagem, colocaram a foto de sua ex-companheira e de seus filhos menores de idade. Ela também foi à Delegacia prestar queixa.

Eu temo pela minha vida e dos meus filhos. Estou dentro de casa, tenho medo de sair. Estou de férias do trabalho, mas a situação é horrível. Eu não estou vivendo e já fui ameaçado de morte pelos grupo de WhatsApp. Eu espero encontrar essa pessoa que fez isso. Ela vai ter que pagar e dizer por qual motivo fez isso. A justiça vai ser feita e eu quero que ela faça uma retratação pública e diga porque fez. Eu quero liberdade, para poder andar normal na rua, sem medo de ser morto”, concluiu, pedindo para que as pessoas não compartilhem o vídeo do criminoso, e sim o que ele aparece se defendendo.

7 COMENTÁRIOS

  1. Eu conheço Junior, é nosso amigo de igreja, rapaz sério e honesto, somos vizinhos de bairro, esse cara é muito gente boa, conheço suas origens da área ribeirinha e só ouço falar coisas boas desse rapaz. É inacreditável o que estão fazendo com ele, espero que tudo seja esclarecido. Bartô tenha fé em Deus meu filho, saiba que acima de tudo temos um Deus que é justo e misericordioso, na hora certa ele acalmará seu coração, força meu amigo!

  2. Eu vi os dois vídeos, do estuprador e o dele se defendendo, É óbvio que não é a mesma pessoa, Vc ver pelo braço, umbigo… São totalmente diferentes… devido a grande violência que atualmente estamos enfrentando, a população quer fazer suas próprias leis, ameaçando de morte e tudo mais, mas temos que ter cuidado, (estuprador pra mim, deveria ser morto), pra não pegar quem não deve, que é o caso desse homem ai! Não conheço, mas fico imaginando o medo que ele está de ser morto pela população… vi várias vezes os vídeos, e realmente é notório que não é ele!

  3. Ai e o mau da rede social muitas pessoas sendo vitimas ta certo q tem suas vantagem mais pode ser usada pra o bem ou para o mau por isso não acredito em nenhuma noticia se não ver no jornal pra ter certeza

  4. Meu Deus, que absurdo!!! Como alguém pode fazer tamanha maldade com uma pessoa inocente?? Por essas e outras é que nunca compartilho essas coisas que vejo nas redes sociais e tb duvido de tudo que vejo. Que Deus ajude esse rapaz!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome