Adalberto Cavalcanti presta esclarecimentos à Polícia Federal sobre suspeita de estar com dinheiro para campanha

por Carlos Britto // 30 de setembro de 2016 às 18:12

adalberto-na-policia-federal

Às vésperas das eleições municipais, o candidato a prefeito pela coligação ‘Pra Frente Petrolina’, Adalberto Cavalcanti (PTB), foi parar na Delegacia da Polícia Federal (PF) em Juazeiro (BA), nesta sexta-feira (30).

Segundo informações, Adalberto teve de prestar esclarecimentos sobre a suspeita de que estaria com dinheiro para investir na reta final de sua campanha, o que é proibido pela Justiça Eleitoral. O candidato foi abordado por um agente da PF em frente ao prédio onde mora, na Avenida Cardoso de Sá (Orla de Petrolina). Em seguida, foi levado à sede do órgão, onde ficou por cerca de 20 minutos, e depois liberado.

Como não há provas contundentes contra Adalberto, a PF não deve se pronunciar sobre o caso até o fim das eleições, para não causar prejuízos ao candidato.

Adalberto Cavalcanti presta esclarecimentos à Polícia Federal sobre suspeita de estar com dinheiro para campanha

  1. Popó disse:

    Cel.Sarue deve esta bravo…. Perder R$ assim…..kkkk

  2. Bingo disse:

    Ih, Bebeto, em Petrolina não deu pra fazer o que se fez em Afrânio.
    Como diria um candidato a prefeito de Petrolina, é lamentável!

  3. Sd disse:

    Pelo suborno eu voto sim.

  4. Passagem do Juazeiro/Petrolina/PE (09/07/1743 - 273 anos de história) disse:

    Sim, se o deputado não estava cometendo nenhum crime por que mesmo assim ele foi conduzido para delegacia?

  5. Crítico Construtivo disse:

    Estranho essa atitude da PF. Quer dizer que se alguém ligar e fizer uma denúncia contra Miguel, Edinaldo ou Odacy a polícia vai levar os candidatos à delegacia, mesmo sem provas?

  6. cristina disse:

    Sim é porque aquí é terra dos impossível. Mais todos nós sabemos que é crime… Sim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *